Culturas e flexículas. Para uma abordagem de dicionário de cultura compartilhada – Perseu

Culturas e exaustões

para uma abordagem de dicionário

da cultura compartilhada. O objetivo deste estudo é estender, complementar e alterar um artigo publicado em francês no mundo, nº 188 (outubro de 1984) e intitulado “para um dicionário das palavras de cultura popular”. Tendo tomado, nos dias, as dimensões incompatíveis com aqueles que o Comitê de Publicação havia fixado, ela é reduzida aqui nos capítulos 2, 3, 6 (que, para circunstâncias, perdem sua numeração).

Mas todo o resumo do estudo e esses poucos fragmentos devem ser suficientes para dar uma ideia bastante precisa de minhas observações.

Resumo

O que (s) cultura (s) ensina? Mlnimalismo contra o máximo de maximismo

Se os didactólogos / didacticianos falarem mais e mais cultura (s), eles não falam necessariamente da mesma coisa. Para a pergunta “Que língua (s) ensinam?” Eles acrescentaram outro, igualmente complexo: “O que (s) cultura (s) ensina?”. No momento, as respostas que eles avançam a essa pergunta permitem, pelo menos, distribuí-las em duas categorias: as máximas e minimalistas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *