Estados Unidos: Devido à escola devido a clichês sensuais de sua mãe

Um californiano acredita que seus filhos são injustamente punidos por sua atividade na plataforma IASFANS.

iv Platform.

RM

Postado2 de março 2021 às 14:03

Crystal Jackson publica imagens sensuais na aplicação do únicofans.As fotos são tiradas pelo marido.Ela diz ganhar até US $ 150.000 por mês com esses clichês ou vídeos.Mas a escola católica de seus filhos não tolera ele.Seus três filhos foram excluídos.

cristal Jackson publica imagens sexy na aplicação do únicofans.

Instagram

As fotos são tiradas pelo marido.

Instagram

ela diz Até US $ 150.000 por mês com esses tiros ou vídeos.

Instagram

Mas a escola católica de seus filhos não tolera ele.

Instagram

Seus três filhos foram excluídos.

Instagram

O cristal californiano Jackson diz para obter uma receita bonita no coaching acesso a fotos e vídeos sexy de si mesma no aplicativo Onlyfans. Graças a essas imagens tiradas por seu marido Chris, ela toca até US $ 150.000 por mês sob o apelido de Tiffany Poekexter, de acordo com suas provas. Mas isso não agradece a todos: a Escola Católica de Sacramento, que recebeu seus três filhos decidiram excluí-los.

advertisement

O principal deste estabelecimento informou a família que os três irmãos não eram mais bem-vindos na escola primária . A família nem sequer foi autorizada a recuperar os assuntos infantis, de acordo com a CBS Sacramento.

“conflito direto”

Um grupo de mães estudantes teria descoberto sua atividade l Último verão e lançado uma campanha para excluir seus filhos, de acordo com Crystal Jackson. Eles teriam enviado fotos anonimamente do californiano para a escola como em diocese. A escola então decidiu e sentiu que as imagens sensuais dessa mãe estavam “em conflito direto com o que esperamos passar para nossos alunos”.

Crystal Jackson acredita que suas “crianças inocentes são punidas” enquanto elas não tem nada a ver com sua atividade. Com o marido, ela julga que as fotos publicadas são “artísticas ou sensuais, sexy, divertidas e divertidas, mas certamente não hardculos”.

O californiano pretende continuar suas publicações impertinentes. Ela agora procura outra escola católica por seus filhos, mas teme que a diocese da cidade se opõem a qualquer nova admissão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *