TLFI (Português)

Proncsion. e Orth. :. Dierese para o Final DS Fer. 1768, fer. Escrito. t. 1 1787, terra. 1834, Gattel 1841, aceno. 1844, BESCH. 1845, littré e também lar. Lang. Pe. A maioria dos ditados. Relatório que H é aspirado mesmo no plur. (ver pt lar. 1968); sobre isso cf. Rem. Ds littré:, em plur. como em cantar. Tempo de palsgrave no dia 16. Foi aspirado ao H, a academia ainda diz que é aspirado; Mas o pronunciamento. O mais comum não leva em conta este H.“ os ditam. De qualquer forma, por H sugado um simples REM. Mas não transcreva a aspiração. Note que para o Finale Passy 1914 também admite o pronunciamento. . No plur. Chats são escritos. A palavra é atestada DS AC. 1694 e 1718 S.V. Chat-Huan; DS AC. 1740-1932 na forma moderna. Etymol. e hist. 1269-78 Chahuan (Jean de Meun, Rose, Ed. F. Lecoy, 5945); Extremidade xives. Huant Cat (Marc, App. Fr. XXIII, FO109BDS GDF. Complex.); 1611 Cat-Huant (Cotr.). Alteração de APR. Chat1 * e huant (parte. Prados de Huer *) de Judeo-FR. Javan “Owl” (XIES., Raschi, gloses, ed. A. Darmesteeter e D. Loiroim, t. 1, No600), a. Pe. Choan 1180-1200 (Alex de Paris, Alexandre, Ed. Monografias Eliott, T. 2, Filial III, 1265), em si resultante de b. Lat. Cavannus (ves ds tll s.v., 624, 6) de orig. Galoise. Frequencia. ABDÔMEN. Alfabetização. : 47. BBG. Dauzat Ling. Pe. 1946, p. 223. – Lew. 1960, p. 114. – Saudável. Fontes t. 2 1972, p. 339.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *